terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Responsabilidade Técnica




Como a gente faz quando está puta da vida com alguém? Se tem uma coisa que me mata de raiva é gente que corre de responsabilidade. Sabe quando você diz a uma pessoa que reclama com você que esta gorda ou barrigudo e você diz que caminhar é bom, e ela retruca dizendo que paga um menino para correr para ela?

Em minha profissão tenho a impressão que sou este menino, correndo a soldo atrás do problema dos outros, e o que é pior, por mais magro que eu fique não consigo resolver o problema de meu cliente, cada vez mais barrigudo.

Sabe o que é pior? Quando ele morre de infarto, a conta da viúva fica comigo sob a acusação de não ter corrido direito.

Tenho visto isto acontecer direto, e o nome disto é ” Responsabilidade Técnica”. Funciona assim:
- um gordo – Preciso de sua ajuda para emagrecer, você está disponível para este serviço?
- Você – Sim, estou sim, quando começamos?
- Gordo – Começamos? Quero que você corra para mim
- Você – Mas assim você não vai emagrecer
- Gordo – então ta , vou com você

1º. Dia – Você está pronto e começa para aquecer, ele não chega, você liga e ele diz que vem amanhã ( você não gravou o telefonema ).
2º. Dia – acontece a mesma coisa
3º. Dia – Ele não chega mas manda o pagamento – você perdeu 03 dias com ele, e cumpriu sua parte, então recebe.
4º. Dia – Você vai até ele e conversa sobre a necessidade dele assumir a responsabilidade de correr com você senão o projeto não anda. Ele jura que vai mudar.
5º. Dia – Você vai e ele mente que foi na noite anterior sozinho
6º. Dia - A mesma coisa
7º. Dia – ele sofre um infarto

8º. Dia – Você recebe uma intimação porque seu cliente entra com um processo contra você porque teve um infarto mesmo te pagando para correr e o infarto é por falta de exercício. No processo ele está solicitando a indenização pelo valor gasto com sua doença.

9º. Dia – Você recorre, mostra o contrato onde diz que ele tem de participar.
10º. Dia – Você é condenado porque seu cliente não entendeu que é preciso participar da corrida para fazer exercício e como você tinha a responsabilidade técnica a culpa e sua.

Resumindo, como fazer em um país como este em que o somos julgados culpados até que provemos o contrário , se não acredita veja as multas por falta de cumprimento de obrigações assessória, se errar, ta ferrado, você já sofreu fiscalização? Então sabe do que estou falando.E como pensar diferente se nosso presidente diz “Não Sabia de Nada “?

2 comentários:

Hugão disse...

Hoje em dia as pessoas tem medo de assumir suas próprias responsabilidades, aí procrastinam. E quando as consequências aparecem sempre procuram alguém mais pra culpar. Isso é simplesmente deplorável, é uma ofensa às pessoas honestas que, apesar de serem poucas, se sacrificam de maneiras que poucos seriam capazes. Quando o aluno toma bomba sempre querem tentar culpar o professor...
Tenho que começar a visitar seu blog com mais frequência Letícia, seu senso critico afiado e a sua escrita impecavel me agradam, muito! Continue assim!

Lete disse...

Hugo, gosto demais de seus comentários, acho muito importante que alguém tão jovem já tenha senso crítico para enteder o que quero dizer. Obrigado